Energia verde: quais são os principais impactos ambientais?

À medida que nos tornamos mais e mais conscientes de nosso impacto sobre o meio ambiente, a importância da transição de recursos de energia convencionais para fontes renováveis ​​está se tornando mais clara para os consumidores.

A energia verde é uma solução para uma maior sustentabilidade em nossa rede elétrica, mas o termo é recebido com confusão por alguns e comumente usado para se referir às energias renováveis ​​por outros.

O que é energia verde?

Energia verde é qualquer tipo de energia gerada a partir de recursos naturais, como luz solar, vento ou água. Frequentemente, vem de fontes de energia renováveis, embora haja algumas diferenças entre a energia renovável e a verde.

O segredo desses recursos de energia é que eles não prejudicam o meio ambiente por meio de fatores como a liberação de gases de efeito estufa na atmosfera.

Como funciona?

Como fonte de energia, a energia verde geralmente vem de tecnologias de energia renovável, como energia solar, energia eólica, energia geotérmica, biomassa e energia hidrelétrica.

Cada uma dessas tecnologias funciona de maneira diferente, seja tirando energia do sol, com painéis solares, seja usando turbinas eólicas ou o fluxo de água para gerar energia.

O que isso significa?

Para ser considerado energia verde, um recurso não pode produzir poluição, como ocorre com os combustíveis fósseis. Isso significa que nem todas as fontes usadas pela indústria de energia renovável são verdes.

Por exemplo, a geração de energia que queima matéria orgânica de florestas sustentáveis ​​pode ser renovável, mas não necessariamente verde, devido ao CO² produzido pelo próprio processo de queima.

As fontes de energia verde geralmente são reabastecidas naturalmente, ao contrário das fontes de combustível fóssil, como gás natural ou carvão, que podem levar milhões de anos para se desenvolver.

As fontes verdes também costumam evitar operações de mineração ou perfuração, que podem ser prejudiciais aos ecossistemas.

Por que é importante?

A energia verde é importante para o meio ambiente, pois substitui os efeitos negativos dos combustíveis fósseis por alternativas mais ecológicas. Derivada de recursos naturais, a energia verde também costuma ser renovável e limpa, o que significa que não emite ou emite poucos gases de efeito estufa, e costuma estar prontamente disponível.

Mesmo quando todo o ciclo de vida de uma fonte de energia verde é levado em consideração, ela libera muito menos gases de efeito estufa do que os combustíveis fósseis, bem como poucos ou baixos níveis de poluentes atmosféricos. Isso não é bom apenas para o planeta, mas também é melhor para a saúde das pessoas e dos animais que precisam respirar o ar.

A energia verde também pode levar a preços estáveis ​​de energia, já que essas fontes costumam ser produzidas localmente e não são tão afetadas por crises geopolíticas, picos de preços ou interrupções na cadeia de abastecimento.

Devido à natureza local da produção de energia por meio de fontes como energia solar e eólica, a infraestrutura de energia é mais flexível e menos dependente de fontes centralizadas que podem levar a interrupções.

A energia verde também representa uma solução de baixo custo para as necessidades de energia de muitas partes do mundo. Isso só vai melhorar à medida que os custos continuarem a cair, aumentando ainda mais a acessibilidade à energia verde, especialmente no mundo em desenvolvimento.

Cuidar do meio ambiente é responsabilidade de todos

Indústrias e comércios devem começar a pensar sobre como implementar a energia verde na sua rotina, já que isso é o futuro da nossa nação.

A GNR Ambiental é uma empresa de consultoria com atuação nacional, oferecendo soluções ambientais e apoio técnico e jurídico em relação ao Gerenciamento de Áreas Contaminadas, Resíduos, Efluentes e demais serviços na área de Consultoria do Meio Ambiente. Contate-nos!

_gn