Você sabia que um copo de vidro ou uma garrafa, descartada em um aterro ou na natureza pode levar, no mínimo, 4 mil anos para se decompor? E, por outro lado, leva em média, 30 dias para ser reciclado e se transformar em um novo produto?

Pois é. Quando enviado para a reciclagem de forma correta, o vidro não se perde durante o processo, ou seja, 100% do resíduo é reaproveitado sem perder a qualidade. Segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Vidro, a reciclagem deste material no Brasil movimenta aproximadamente R$ 120 milhões por ano.
As vantagens da reciclagem do vidro são muitas, pois além de ser um material fácil de reciclar, possui um enorme benefício ambiental e é aceito praticamente por todos os programas de reciclagens disponíveis no Brasil. Além disso, uma tonelada de vidro reciclado proporciona uma economia de mais de uma tonelada de matéria prima para fazer um novo vidro.
Para que isso tudo aconteça, é importante que o resíduo de vidro não seja descartado de qualquer maneira. Na matéria de hoje, vamos destacar algumas etapas simples para o descarte correto destes materiais:
• Tome cuidado para não se cortar quando for recolher os resíduos de vidro, principalmente se estiverem quebrados.
• Todo objeto de vidro quebrado, deve ser colocado em uma caixa (de papelão ou até mesmo caixa de leite), ou embrulhado em folhas de jornal, antes de ser colocado no saco de lixo e posteriormente na lixeira. Isso vai garantir que a pessoa que manipula o seus resíduos possa realizar o trabalho em segurança.
• Identifique a caixa ou a embalagem de papel onde você embrulhou o vidro como “VIDRO QUEBRADO”. Pois desta forma, quando as pessoas que trabalham separando os lixos recicláveis forem manusear o seus resíduos, tomarão mais cuidado para não se machucarem.
• Tenha certeza que está colocando o resíduo de vidro no tambor de lixo especial para recicláveis. Se tiver um tambor especial para vidros, melhor ainda.
Em alguns casos, como é o do vidro temperado, ele não é reciclável e por isso pode ser descartado no lixo normal. Mas é claro, tomando os devidos cuidados no descarte, para evitar acidentes.

Lembre-se sempre também que outros tipos de vidro, como os de aparelho celular, monitor, e outros devem ser descartados como lixo eletrônico. E lâmpadas, apesar de serem de vidro, também são descartadas de maneira diferente.

Promova o descarte consciente. Faça sua parte e auxilie o meio ambiente.

_gn